Skip to content

As maiores ameaças à cibersegurança do trabalho remoto

Como a nova realidade do trabalho remoto, ou trabalho em casa, é importante ter em mente as possíveis armadilhas de segurança existentes. A sua rede WiFi doméstica pode deixá-lo vulnerável, e à sua empresa, para tipos específicos de ameaças à cibersegurança. Deixamos neste artigo os vários tipos de ameaças que deve observar e como deve evitá-las quando está a trabalhar remotamente.

Infecção por malware

Provavelmente usa o seu computador pessoal em casa há algum tempo e tinha um software de segurança pré-instalado desde o momento da compra. No entanto, quando leva o computador de casa para uma configuração de trabalho remota, é ainda mais importante protegê-lo contra malware. Isso vai ajudá-lo a proteger documentos, senhas e processos confidenciais.

Quando estiver a usar o computador do trabalho em casa, é mais provável que o mesmo seja usado a nível pessoal em períodos de inatividade e nos fins de semana. Esse tipo de atividade convida à instalação de malware no computador sem o seu conhecimento. Isso pode acontecer quando descarrega um programa ou ficheiro ou clica num link de um site suspeito (que pode ser um clone de um que lhe seja familiar) ou quando abre e-mails de pessoas desconhecidas.

Depois de descarregar esse malware para o seu computador, os hackers passam a ter acesso a qualquer informação que esteja no seu computador. Isso inclui senhas, números de telefone, informações de contas bancária e documentos confidenciais. Podem depois usar essas informações para fazer compras ou vender a terceiros para uso ilegal.

Usar o seu computador pessoal no trabalho

A sua empresa provavelmente gasta muito dinheiro em software de segurança para todos os portáteis que possui na empresa, bem como em ferramentas empresariais e de colaboração. Quando começa a usar o seu computador pessoal para atividades de trabalho, perde toda a proteção que a empresa lhe forneceu.

Se tiver necessidade de usar o seu computador pessoal enquanto trabalha em casa, certifique-se de que está a usar uma VPN (rede virtual privada) fornecida pela sua empresa. As VPNs possuem proteções internas que podem salvaguardar melhor os seus dados. Além disso, verifique se está a usar as mesmas ferramentas que foram aprovadas pela sua empresa para as tarefas diárias.

Segurança de Wi-Fi fraca

A sua ligação Wi-Fi doméstica pode ser forte, mas é segura? Uma vez que alguém tenha acesso à sua rede, também pode aceder a todos os dispositivos conectados a essa rede. O utilizador precisa garantir que o acesso ao seu Wi-Fi fora de casa seja o mais difícil possível. Pode fazer isso garantindo que a sua senha seja longa e complicada, implementando uma firewall, configurando criptografia de rede, desativando o acesso remoto e mantendo atualizado qualquer firmware associado ao seu router.

Como saber se o seu computador foi comprometido

Infelizmente, mesmo com regras rígidas, alguns utilizadores ainda vão ser afetados involuntariamente por malware ou por outro qualquer tipo de golpe cibernético. Aqui estão alguns sinais de que o seu computador foi comprometido e requer uma ação sua:
O seu computador começa a funcionar de uma forma mais lenta.

  • Existem falhas repentinas no seu sistema;
  • Surgem novos pop-ups, mesmo quando não foram ativados;
  • Aparecem mensagens incomuns na sua caixa de entrada (verifique sempre se o email de resposta corresponde ao nome da pessoa que o enviou);
  • Está a ser bloqueado o acesso a certos arquivos e programas de uma forma inesperada.

Se verificar algum destes sinais ao trabalhar em casa, entre de imediato em contato com o departamento de TI da sua empresa para ver os próximos passos. Não continue a trabalhar até que a ameaça seja neutralizada, pois pode estar a comprometer de forma inconsciente mais pessoas da sua empresa e/ou seus documentos confidenciais e informações de login.

Outras formas para se proteger no trabalho remoto

Além dos itens que já referimos, existem várias formas de ajudar a atenuar as ameaças à cibersegurança quando trabalha em casa.

  • Pode usar a autenticação de dois fatores no login. Isso leva mais tempo, mas é uma camada adicional de segurança;
  • Verifique se todo o seu software está atualizado e se está a usar um browser seguro e atualizado. Se precisar partilhar senhas ou ficheiros confidenciais, faça-o numa plataforma segura, como no DropBox, e não por email;
  • Mantenha-se conectado à sua VPN ao fazer qualquer coisa relacionada com o trabalho. Deve usar sempre as proteções que sua empresa lhe deu.

Ninguém quer ser vítima de uma falha de segurança ao trabalhar em casa. Esteja atento, mantenha todo o seu trabalho no computador do trabalho e conheça os sinais para uma possível falha. Isto ajudará a garantir que esteja sempre seguro ao trabalhar remotamente!

Achou este artigo útil? Partilhe:
Tópicos
Artigos Mais Lidos
Subscrever newsletter
Artigos Relacionados

5 considerações eficazes para adotar tecnologia facilmente

Para muitas empresas, a pandemia significou a implementação reativa de novas tecnologias para permitir o trabalho em casa e a colaboração remota.
Ler mais

Formas simples em como tecnologia touchless melhora as ligações

Durante vários anos, os consumidores puderam pedir, pagar e retirar o seu café, entrar num Uber pré-pago e receber a confirmação do seu último pedido da Amazon. Tudo na conveniência do seu dispositivo móvel.
Ler mais

As 10 maiores tendências em tecnologia para o turismo em 2021

Há muito tempo, os hotéis, móteis e outras empresas da área hoteleira ocupavam um espaço bastante simples na vida das pessoas - eram um espaço para os hóspedes terem a sua cabeça longe de casa.
Ler mais

8 dicas para ultrapassar esta época festiva em confinamento

A segunda vaga do COVID-19 tomou conta de todos. Nos EUA, o número de casos diários está aumentar, enquanto que em Inglaterra e na Europa Ocidental foram reintegradas medidas de
Ler mais