Skip to content

Como limpar o seu telefone

A pandemia da COVID-19 fez com que todos nós nos tornássemos mais conscientes do que nunca sobre limpeza, higiene e aquilo em que estamos a tocar. Embora agora todos lavemos as nossas mãos de forma regular, ao chegarmos ao escritório ou a casa, há uma superfície que a maioria de nós continua a ignorar: os nossos telefones.

Estes aparelhos estão em contacto regular com as nossas mãos e rostos e podem ser focos de bactérias. Investigámos a quantidade de bactérias que podem ser encontradas nos nossos telefones e, mais importante ainda, produzimos um guia passo a passo sobre como limpá-los e desinfetá-los.

Quantas bactérias há no seu telefone?

Se não for higienizado, um telefone de secretária pode tornar-se um sério risco para a saúde, alojando germes e fornecendo um terreno de reprodução para microrganismos perigosos e doenças.

Estudos têm descoberto que 60% das ausências do trabalho por doença são causadas por equipamentos de escritório não higienizados que contêm bactérias E. coli ou staphylococcus nocivas, o que significa que existe um problema – assim como um custo de saúde associado à não manutenção de um posto de trabalho limpo. Os mesmos estudos também testaram telefones de secretária para detetar agentes patogénicos perigosos, encontrando mais de 25.000 germes por polegada quadrada nos dispositivos que a maioria de nós utiliza no trabalho várias vezes ao dia.

Isto não é surpreendente. Com todas as superfícies em que tocamos ao longo do dia no trabalho, em casa, e nas nossas deslocações, não é de admirar que o nosso equipamento de escritório seja um foco de bactérias.

No entanto, apesar de tudo isto, muito poucos de nós limpam regularmente os telefones. Embora alguns ambientes de escritório prestem serviços de limpeza diária ou semanal, cabe a todos nós, individualmente, assegurarmo-nos de que estamos a fazer tudo o que é possível para evitar a transmissão de bactérias nocivas. Todos nós precisamos de dedicar mais tempo à limpeza regular dos nossos telefones e eis como fazê-lo.

Como limpar o telefone

Existem múltiplas opções quando se trata de limpar o seu dispositivo, por isso aqui estão alguns dos principais métodos para desinfetar a sua secretária ou smartphone, bem como alguns outros indicadores a considerar:

1. Usar toalhitas com álcool

A opção mais rápida e simples quando se trata de higienizar o seu telefone é usar toalhitas com 70% de álcool isopropílico. Estas toalhitas com álcool estão disponíveis online, em supermercados ou em lojas de telefones e computadores. Também conhecido como álcool para esfregar, o álcool isopropílico atua como um antisséptico e desinfetante eficaz, e é regularmente utilizado em higienizadores de mãos. A utilização de toalhitas antibacterianas para telefones é uma forma fácil e eficiente de limpar o seu aparelho. Desligue o seu telefone, remova quaisquer cabos, e dê a todas as superfícies do seu aparelho uma limpeza suave mas cuidadosa numa base regular para remover germes.

2. Usar Spray de Álcool e Um Pano

Como alternativa, também pode usar spray antibacteriano e um pano sem pelo. Pulverize o seu telefone diretamente (não o molhe) e limpe-o suavemente ou pulverize a solução antibacteriana sobre o pano antes de limpar o seu aparelho.

3. Misturar sabão e água

Para uma solução ainda mais acessível, uma mistura de sabão simples para as mãos e água irá desinfetar eficazmente o seu telefone. Aconselhamos a mistura de sabonete para as mãos com água e a aplicação ligeira desta solução com um pano sem pelo. Embora esta abordagem não remova tantas bactérias como os toalhetes com álcool, ainda assim reduz significativamente a quantidade de microrganismos potencialmente nocivos no seu telefone.

4. Limpar entradas e colunas de som

Algo que muitas vezes ignoramos quando limpamos os nossos telefones são todas aquelas entradas, quer se trate dos altifalantes no aparelho ou das várias portas de cabos. É importante não colocar água nestas secções interiores, uma vez que a maioria dos telefones não foram concebidos para resistir totalmente a líquidos; em vez disso, utilizar um cotonete ou palito de madeira para remover cuidadosamente qualquer pó ou sujidade e as bactérias que o acompanham.

5. Evitar lixívia, produtos químicos e toalhitas abrasivas

A maioria dos fabricantes desaconselha a utilização de lixívia, produtos químicos e toalhitas abrasivas na limpeza do seu aparelho. Embora estes possam ser eficazes para matar bactérias, podem danificar o ecrã ou o invólucro do seu telefone.

Como assegurar que o seu telefone permanece livre de germes

Agora que sabe como limpar o seu telefone de secretária, o que pode fazer para garantir que permanece livre de germes? A colocação de lembretes no seu calendário de trabalho para o limpar regularmente é uma ótima maneira de garantir que não se esquece de higienizar estes potenciais focos de bactérias.

Outra chave para garantir que o seu telefone permanece desinfetado é lavar regularmente as mãos, especialmente entre tocar noutras superfícies e o seu aparelho.

Soluções Telefónicas Antimicrobianas

Outra solução é investir em telefones de secretária IP com tratamento antimicrobiano, nos quais a Mitel é pioneira. As nossas novas edições 6920t e 6930t do Mitel 6900 IP Phones são tratadas com um composto antimicrobiano à base de prata da BioCote® que inibe o crescimento de bactérias e vírus em 99,9%. Em vez de matar as bactérias existentes, reduz o seu crescimento em primeiro lugar.

Perfeito para utilização em cuidados de saúde, hospitalidade, desporto, educação, ambientes de retalho e outros, o tratamento antimicrobiano do telefone é permanente e protege contra o crescimento de micróbios durante toda a vida útil do produto. Outras características deste modelo são a remoção de fendas, o alisamento da superfície e a minimização de buracos de micróbios para dar aos microrganismos menos lugares para se reunirem e crescerem.

Achou este artigo útil? Partilhe:
Tópicos
Artigos Mais Lidos
Subscrever newsletter
Artigos Relacionados

Quando se trata do seu sistema de comunicações, a complacência é um negócio arriscado

Todos podemos pensar em exemplos em que os fatores de risco associados à tentativa de melhorar um sistema a funcionar perfeitamente ultrapassariam muito provavelmente as recompensas.
Ler mais

Os piores erros dos clientes num mundo híbrido e como corrigi-los

À medida que as empresas reabrem os seus edifícios de escritórios, muitos colaboradores vão passar do trabalho remoto para o trabalho híbrido, expandindo a sua pegada geográfica ao mesmo tempo que continuam a misturar trabalho e vida doméstica.
Ler mais

A preparar-se para gerir uma equipa híbrida? 5 hacks para que funcione

Quando as empresas passaram para o trabalho remoto no início da pandemia, os seus líderes e supervisores aprenderam a gerir uma equipa de trabalho virtual.
Ler mais

Os pilares de uma parceria forte: construir juntos na confiança mútua

A parceria entre um vendedor e os seus revendedores é uma parceria fundamental que necessita de muita confiança mútua. Cada parte confia na outra para os ajudar a alcançar o sucesso e a subsistência.
Ler mais