Skip to content

4 métodos para aumentar o número de trabalhadores em regime remoto e híbrido

Embora ninguém tenha apreciado os lockdowns que vivemos em 2020 e 2021, teríamos que ser míopes para pensarmos os mesmos não trouxeram nenhum beneficio. Ficar fechado em casa não foi divertido – mas os avanços feitos na forma como trabalhamos naquela altura, foram vistos como positivos por todas os que o experimentaram.

Trabalhar a partir de casa tornou-se habitual, e é justo dizer que muitas pessoas desfrutaram desta abordagem ao seu estilo de vida profissional. Chegou a ser constatado num relatório, que 96,7% das pessoas que trabalharam a partir de casa durante a pandemia, queriam continuar com este método de trabalho, mesmo depois de as restrições terem acabado.

Embora, apenas alguns locais de trabalho tenham continuado a funcionar desta forma, muitas empresas decidiram permitir aos colaboradores continuarem a trabalhar em regime remoto ou híbrido, equilibrando o tempo entre casa e escritório.

Porém, quando uma empresa proporciona esta opção, pode ser um desafio garantir que a equipa esteja qualificada da melhor maneira. Este guia, irá analisar quatro das melhores abordagens, de modo a proporcionar à sua equipa as oportunidades de formação e o apoio necessário para continuar a destacar-se e a crescer.   

1. Criar pequenos espaços de formação online

A aprendizagem do Bitesize não é algo que devamos esquecer quando saímos da escola. A criação de pequenos recursos e materiais de formação pode trazer uma panóplia de vantagens para a sua equipa. São rápidos e fáceis de usar, podendo ser consultados a qualquer momento se os tornar digitais.

Idealmente, estes devem ser revistos anualmente ou bianualmente, a fim de assegurar que oferecem informação relevante. Se precisar de esclarecimento sobre se os seus recursos oferecem um valor genuíno, envie um formulário para determinar as ideias da sua equipa.

2. Estimular o Coaching e o Mentoring entre pares

Enquanto a responsabilidade recai sobre o chefe, sugerir que a equipa não se entreajude sem a sua contribuição direta, seria errado. Receber conselhos de alguém que um trabalhador considere mais equitativo, pode ajudar a que a mensagem passe para todos – em vez de estes sentirem que os superiores ou instrutores lhes estão a dar lições.

Um relatório mostrou que os trabalhadores que recebem formação por colegas do mesmo patamar, tiveram um aumento de 8% no envolvimento. Além disso, os colaboradores formados através de métodos tradicionais, demonstraram um declínio de 6% na mesma métrica. O coaching é uma excelente oportunidade de utilizar soluções tecnológicas para chegar aos colegas, permitindo uma comunicação fluente ao longo de todo o processo.

3. Proporcionar experiências de aprendizagem combinadas

Se aprendemos alguma coisa nos últimos anos, é que uma abordagem de tamanho único não é normalmente a melhor opção para tirar o máximo rendimento do seu grupo de trabalho. Todos temos requisitos de aprendizagem únicos, absorvemos e processamos a informação de diferentes formas. Isso significa que a maneira como alguém necessita de ser qualificado, irá variar significativamente, mesmo dentro do mesmo departamento.

Por essa razão, as empresas precisam de oferecer experiências de aprendizagem combinadas que permitam a todos aprenderem da forma que lhes faça mais sentido. Não serve de nada dar formação a alguém durante horas, se esta não conseguir entender nada e sair igual ao que entrou. Questione a sua equipa acerca da forma de como é que iram tirar o máximo partido da formação, e só depois é que deve pensar em soluções que estejam em concordância. Para estes, pode ser mais fácil de aprenderem se puderem rever a informação, então porque não tirar partido da função de gravação no decorrer da videoconferência?

4. Introduzir planos de desenvolvimento pessoal

Um plano de desenvolvimento pessoal é um caminho que dá aos trabalhadores uma forma clara e concisa de acompanhar o seu progresso de requalificação. Um plano pode também incluir um elemento de mentoria personalizada, que consiste em um colaborador ser acompanhado por alguém que irá ajudar a orientá-lo na direção correta.

As estatísticas mostram que até 71% das empresas da Fortune 500 – as 500 maiores empresas dos EUA – oferecem um programa de desenvolvimento pessoal. Além disso, as que fazem parte de um programa, registaram um aumento salarial médio de 25% sobre os trabalhadores que não fazem parte de um programa.

Sente-se mais confiante de que a sua equipa terá o apoio de que necessita para continuar a prosperar? Assegure-se de manter estes fatores em mente, de modo a garantir que os seus trabalhadores cresçam e evoluam profissionalmente enquanto trabalham em regime remoto.

Informações imprensa

Para mais informações contactar EDC – Design e Comunicação

Achou este artigo útil? Partilhe:
Tópicos
Artigos Mais Lidos
Subscrever newsletter
  • Este campo é para efeitos de validação e deve ser mantido inalterado.
Artigos Relacionados

3 grandes razões para considerar uma infraestrutura híbrida para as comunicações empresariais

Durante anos, o principal objetivo dos decisores de TI e de telecomunicações foi transferir as comunicações para a nuvem. Os observadores do setor impulsionaram a sabedoria convencional que sugeria que
Ler mais

Sourcewell Vs. Rfp: Duas Formas De Comprar Um Sistema Telefónico

Trabalha para uma agência governamental, educativa ou instituição sem fins lucrativos? Pode escolher entre duas opções quando estiver pronto para adquirir um sistema de comunicações – ambas satisfazem os seus
Ler mais

Mitel nas Notícias: 5 Histórias que pode ter perdido em janeiro

Janeiro é sinónimo de ano novo, mas sabia que era também o Mês do Chá Quente? É claro que uma chávena de chá é, desde há muito, uma bebida reconfortante
Ler mais

Quatro Formas De Mostrar Amor Aos Seus Clientes (Com Software Para Centros De Atendimento Telefónico)

O marketing é tão importante para nós como para qualquer outra pessoa. Mas sejamos realistas: A seta está normalmente apontada para os potenciais clientes. Não há nada de errado em
Ler mais